EMPRESA ÁREAS DE NEGÓCIOS CLIENTES EMPREENDIMENTOS CONTATO
WEBMAIL
MODALIDADES DE CONTRATAÇÃO
A legislação é dinâmica e assim como o ambiente econômico, estão sujeitos a mudanças independentes da vontade das empresas envolvidas em um determinado projeto. Para cada tipo de obra pode-se adequar uma modalidade de contratação entre as partes.

Em geral a forma de contratação de uma obra ou serviço tem relação mais direta com o tipo de remuneração, ou seja, a forma com a qual serão feitos os pagamentos pelos serviços prestados ou pelas obras executadas.

A JWA executa suas obras seguindo as principais modalidades:


I. CONTRATO POR EMPREITADA:

Empreitada por preço global:
Nos contratos de empreitada global o preço final da obra é conhecido e remunera a empresa contratada pelo desembolso das despesas diretas e indiretas, ou seja, o custo da obra acrescido do BDI (bonificação e despesas indiretas).
A medição dos serviços realizados se faz pela determinação do percentual executado. Eventuais alterações de projetos, ou a ocorrência de situações imprevisíveis que venham a alterar os quantitativos previamente contratados são pagas separadamente.

Empreitada por preço unitário:
Nos contratos de empreitada por preço unitário a remuneração é precisa para cada item do projeto, ou seja, o custo unitário de cada serviço é o resultado do produto quantidade x preço unitário, os quais, multiplicados pelo BDI (bonificação e despesas indiretas), viram preços unitários. O preço total é a soma de todos os resultados parciais dos serviços envolvidos.
A medição dos serviços realizados normalmente se faz pela determinação dos quantitativos efetivamente executados.

Empreitada integral:
Conhecida como contratação em regime "turn-key" (chave na mão). A empresa contratada se responsabiliza por todo o empreendimento, desde o projeto até o início da operação.


II. CONTRATO POR ADMINISTRAÇÃO:

Nos contratos de administração a remuneração é feita com base num percentual sobre o custo dos materiais + mão-de-obra + equipamentos que podem ser fornecidos pelo proprietário ou pela própria construtora. No caso da empreiteira arcar com os custos dos materiais, mão-de-obra e equipamentos haverá o reembolso das despesas acrescidos do percentual fixo sobre os mesmos a título de taxa de administração.


III. INCORPORAÇÃO IMOBILIÁRIA:

Ato de empreender um projeto imobiliário. É o meio pelo qual a empresa se compromete a construir um edifício, ou conjunto deles, com diversas unidades autônomas, sendo-lhe permitido comercializar as unidades que o comporão, antes ou durante a fase de construção do empreendimento. É necessário o registro da Incorporação no Ofício de Registro de Imóveis competente, que inclusive dá segurança ao adquirente quanto à legalidade do projeto e às características do imóvel.
ÁREAS DE NEGÓCIOS
ATUAÇÃO
MODALIDADES DE CONTRATAÇÃO
PROJETOS EM DESTAQUE
Home Aviso Legal
|